Secrets #34 Quando vais a uma despedida de solteira em Malta!

Fui para Malta na sexta-feira ao final da tarde e regressei na quarta-feira à noite… e recebi imensas mensagens a perguntarem tudo sobre a viagem. Foi uma viagem brutal e uma despedida de solteira em Malta vale mesmo a pena.

A viagem estava marcada há meses… tipo, desde fevereiro. Éramos 12 mulheres, umas a viver no Porto, outras em Coimbra, outras em Lisboa e algumas em Inglaterra e por isso conciliar datas e voos e disponibilidade não foi fácil. O segredo foi marcar tudo com muita antecedência e resultou lindamente.

A vista do quarto do hotel.

Não ia com grandes expetativas. Malta estava na minha lista de destinos a conhecer em breve e, quando optámos por fazer lá a despedida de solteira, pareceu-me uma excelente ideia. É um destino que começou a ser falado nos últimos anos e que eu recomendo.

La Valletta – a capital de Malta
As madrinhas e a noiva pelas lindas ruas da capital.

Como devem imaginar ir para Malta 5 dias com 11 mulheres não é propriamente para fazer aquelas viagens de andar o dia todo a passear e a conhecer… eu ia com vontade de conhecer sim mas sabia que não ia ver tudo que gostaria. O que é engraçado é que até acabei por conhecer mais do que o que esperava e, do que vi, gostei muito. Ficou por visitar Gozo, uma ilha que dizem ser linda e que foi o cenário de Westeros em GOT. Mas, como pretendo lá voltar com o Gonçalo, ficará para essa altura! 🙂

Os deliciosos pequenos-almoços. Comi tanto!

Como muitas meninas só chegavam sábado à noite optámos por tirar o sábado para relaxar, apanhar sol e fazer as atividades do hotel. Passamos o dia na piscina, jogamos polo aquático e ainda fiz uma aula de zumba. Depois, acabamos por dividir as zonas que queríamos explorar por vários dias, sendo:
– Dia 1 (sábado) – piscina e atividades do hotel; passeio pelo marginal do hotel, muito agradável. A cinco minutos a pé tem o aquário de Malta.
– Dia 2 (domingo) – fomos passar a manhã a La Valletta, a capital de Malta. Aqui aproveitem para conhecer a Marina, os Upper Barrakka Gardens, a Catedral, o elevador Barrakka e depois percam-se só pelas ruas da cidade, super íngremes e todas muito bonitas. A arquitetura dos edíficos é engraçada, tudo de um só tom, parece quase que tudo a fazer pandam e bem arrumadinho. De tarde optámos por ir a um sunset numa praia bem gira, uma festa que só acontece uma vez por ano e que por sorte apanhou o nosso fim-de-semana lá. Se puderem passem na Little Armier Beach para uns mergulhos e um pôr-do-sol lindo.
– Dia 3 (segunda) – como sempre ouvi dizer “noites alegres, manhãs tristes” e por isso esta manhã, depois de uma festa, foi a descansar no hotel. De tarde seguimos para outra cidade – Mdina – a chamada cidade silenciosa de Malta. Esta cidade fica mais ao centro da ilha, localizada num ponto alto de uma colina com uma vista maravilhosa sobre Malta! Passem por lá e espreitem a Catedral de São Pedro, espreitem a vista incrível da muralha na Bastion Square e percam-se nas ruas estreitas e tão bonitas da cidade. Depois de vermos a Mdina seguimos para Mthaleb, uma zona nada turistica nem movimentada, mas foi lá que decidimos fazer uma sessão fotográfica com a noiva e preparar um picnic. A vista era qualquer coisa de incrível, paradisiaca e onde só estavámos nós. Foi um final de tarde lindo e que valeu mesmo a pena ser fora da confusão.
– Dia 4 (terça) – Passamos a manhã na vila do Popeye… sim, não sei se sabem mas o filme do Popeye foi filmado em Malta e tem lá a sua vila. Passamos a manhã a explorar todos os pormenores da casa, do dentista, do supermercado e de tudo o que o Popeye tinha na sua vila e depois passamos uma hora só a usufruir dos insufláveis aquáticos que tinha na vila. A água super límpida e transparente e 12 mulheres felizes a ser crianças outra vez. Se forem a Malta não deixem de ir a Popeye Village. De tarde regressamos ao hotel porque era dia de sunset no barco. Apanhámos o barco em Sliema, uma cidade que parecia ser bem gira, ao estilo das anteriores mas que deu vontade de conhecer e seguimos de barco até à Blue Lagoon. A festa começou às 19h00 e terminou perto da meia noite. Assistimos a um pôr do sol lindo e fomos muito felizes a dançar em alto mar.
– Dia 5 (quarta) – dia de hotel novamente, o nosso último dia, óptamos por descansar e aproveitar mais um bocado da piscina.

Como devem perceber, ainda ficou muito por ver… mas mesmo assim aproveitamos ao máximo as nossas férias. Fomos muito felizes, 12 mulheres, pelas ruas de Malta. Rimos, choramos, rimos ainda mais, bebemos copos, dançamos, conversamos… a vida também é isto. Fica a vontade de voltar a Malta… e desta vez levo o Gonçalo comigo 😉

Ruas de la Valletta e muito, mesmo muito, calor.
As 12, juntas! 🙂
Pelo centro.
A vista incrível sobre a cidade, dos tais jardins que vos aconselhei.
A caminho da festa na praia – Little Armier Beach.
Pôr-do-sol incrível que assistimos na festa.
O dia em que fomos conhecer Mdina. Eu e a minha noiva linda.
Apaixonei-me pela porta.
E depois seguimos todas para a sessão fotográfica, no meio do nada… só nós e a vista!
A minha princesa vai mesmo casar!
e esta vista em Mthaleb , hien?

Dicas importantes:
– Voos: fui pela ryanair, voo direto do Porto.
– Alojamento: nós marcamos regime de tudo incluído no AX Seashells Resort Malta e sem dúvida foi a melhor opção. O hotel era bom, a comida era muito boa também, a vista era linda (em frente ao mar) e nunca tivemos problemas a decidir onde almoçar ou jantar… como devem imaginar, 12 mulheres, não ia ser fácil e assim havia opções para todas. O hotel tem spa e ginásio, eu ainda consegui treinar duas manhãs 🙂
– Transporte: nós andamos sempre de táxi. Pediamos sempre ao hotel uma carrinha para 12 e foi assim que nos deslocamos durante as férias.

Chegámos à Popeye Village, que felicidade. Encontrei a banca da nutree.
A jogar e a perder ahaha
O dentista.
Digam lá se esta vista não é linda… e o mar transparente!
O parque tem insufláveis aquáticos e claro que nós terminamos a manhã a rir muito e a usufruir das atividades aquáticas.
Olhem-me a cor desta água…
De tarde seguimos todas juntas para a festa no barco. E diverti-me tanto, dancei tanto… foi bom demais!
E tivemos direito a este céu incrível. A mãe natureza nunca falha. Verdade?
O último dia foi na piscina do hotel. Nos primeiros dias ainda jogamos polo aquático, fizemos zumba e fui ao ginásio. No último estive só a descansar de umas férias com tantas atividades. P.S. E este chapeu que uma amiga fez á mão para mim? Estou in love!

E para terminar a história desta viagem tenho de vos falar da Rita…

A minha Rita vai casar e ás vezes nem acredito. A Rita foi a minha AMIGA de faculdade. Vivemos juntas praticamente três anos, passamos 24h sobre 24h juntas. Discutimos, desabafamos, estudamos, choramos, saímos à noite, dançamos, fomos a festivais de verão, comemos imensa pizza, vivemos muito uma para a outra e hoje temos uma relação forte e especial. Posso não a ver um ano ou dois, mas quando vejo, está tudo igual, está tudo bem. Tem um cantinho especial no meu coração e eu quero que seja sempre muito feliz! Nos momentos mais difíceis de estudante ela esteve comigo e eu não esqueço. Obrigada!

E agora? Qual será a próxima escapadinha? Infelizmente ainda faltam uns tempos… mas já está marcada! São tão viciados como eu em viajar?

Beijinhos

Share your thoughts

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.